quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Nem sei que ache

Hoje foi o último dia de trabalho de uma colega (reforma). Uma colega que eu pessoalmente não simpatizo, não faz o meu género de personalidade, falo com cordialidade porque sou bem educada mas com quem não tenho qualquer tipo de conversa pessoal. Este meu pensamento é partilhado por muita gente lá no sítio. Qual não é o meu espanto quando soube que andaram a fazer uma colecta monetária global para poder oferecer uma prenda de despedida e depois houve almoço, apenas para meia dúzia de pessoas com quem a dita cuja simpatiza.
Expliquem-me uma coisa. Eu estou doidinha de todo ou isto não tem pés nem cabeça?  

Bom dia, frio!!!


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Será possível? Hoje, que está um frio terrível lá fora (e cá dentro também) é que eu não tenho companhia na cama para me aquecer? Não gosto, não gosto, não gosto!!!


Cheira-me (e é um cheiro mesmo intenso) que o meu saco de água quente vai ter muito trabalho!

Acho que vou aproveitar


terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Amanhã o dia tem de ser de desintoxicação. Hoje cometi VÁRIOS crimes alimentares e, como quero alcançar o meu objectivo dentro de um mês, tenho de me aplicar a fundo na dieta.

Nas últimas

Hoje é um daqueles dias em que a minha cabeça não acompanha o resto do meu corpo. Geralmente, a cabeça pede e o corpo não acompanha mas, no meu caso, o corpo pede e a cabeça não consegue dar mais nada. Estou estafada...
 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Plano de férias

Todos os anos o mesmo. Não sei muito bem como organizar os POUCOS dias de férias a que tenho direito.
Começo por pensar quais as alturas do ano em que não gostava de estar a trabalhar; (Há dias sagrados e o meu dia de anos é um deles. Não porque goste especialmente de comemorar mas porque acho que neste dia não se trabalha. Ponto.)
Depois penso nas alturas do ano em que tenho mesmo de estar de férias; (Se, por exemplo, tenho um casamento num sábado no outro lado do mundo, convém que, pelo menos, a sexta-feira esteja livre e cá vai mais um dia de férias.)
Depois, penso nas alturas em que não gosto, de todo, de ter férias; (Como é o caso do mês de Agosto. Sim, eu sei, sou mesmo maluca.)
Por fim, distribuo os dias a que tenho direito e vejo se todos os pontos ficam cobertos. É claro, que isto nunca corre bem à primeira e preciso de fazer contas e mais contas.
Este ano as contas foram mais complicadas, já que tenho menos três dias de férias. Mas entre o que tem de ser e o que quero mesmo, acho que já me consegui organizar. Espero que a minha chefe não se ponha a inventar porque este ano, a vida corre-lhe mal a ela.

A entrar em pânico

Depois de um domingo tranquilo, começa o desassossego a instalar-se. Daqui por poucas horas, estarei na labuta habitual do dia-a-dia. Nem me quero lembrar que amanhã, já é outra vez segunda-feira!

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Já há planos para amanhã: ficar em casa, acompanhada pelo calor da lareira!
Muito chá quente, pijama no corpo e descanso, muito descanso.
Recuperar as energias para encarar a próxima semana com optimismo.


PS- Planos partilhados com o esposo, claro!

Bom Dia


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Admiro-me comigo mesmo

Onde é que eu, uma pessoa sem nenhuma imaginação (verdadinha!!! juro), consegue inventar coisas novas todos os dias? A minha chefe deve andar admiradinha de todo. Mas sabem que mais? 'Tou nem aí...
 
 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Depois de duas semanas de repouso, as minhas unhas voltaram a ter cor.

Internet, internet...

Este mundo da net tem tanto de bom como de mau. Temos tanta informação ao nosso alcance que, a maior parte das vezes, perdemo-nos a ler só porcarias. Mas pronto... desde que essas porcarias tenham o condão de acalmar o nosso espírito, passam a ser boas nem que não seja por esse motivo.
 
Posso ficar em casa e não voltar a sair tão depressa?

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Nham, nham

Ganhei uma caixa de ovos moles. Vieram trazer-ma pessoalmente. Nem sei que pense. Gosto de pensar que é porque acham que o meu trabalho é eficaz.

Ele gostou...

da minha surpresa.
Sei que não estava à espera porque é algo completamente diferente do que eu já lhe fiz até hoje.
Mal deu pela coisa, recebi uma sms amorosa.

Bom dia dos namorados, meu amor!!!

 
Hoje não há programinha especial.
Como todos os dias, vai haver jantar caprichado só para o meu esposo.
Como todos os dias, vamos namorar.
Como todos os dias, vamos falar do nosso dia.
Como todos os dias, vamos dormir agarradinhos!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Como é possível? Triste e feliz ao mesmo tempo?

Ninguém percebe. Ninguém sente. Nem me atrevo a dizer a ninguém porque, o mais certo, era chamarem-me de tola. Eu própria tenho dificuldade em perceber mas, só sei que é o que sinto.
Hoje pela manhã recebi sms a dizer que F. já tinha nascido. Correu bem, muito rápido, e bebé e mãe estão bem. Fiquei feliz, claro. Ao ler segunda vez, o meu coração disparou. Só não chorei porque estava acompanhada. Tratei de sair rapidamente para poder respirar profundamente e conseguir controlar este corpo feito trapo.
Só consigo pensar: nunca vou sentir o que mais uma mãe sentiu.
Pronto, é assim. Com uma notícia feliz, eu só consigo chorar que nem uma menina desamparada. Dá para perceber?

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Não tarda o esposo faz anos.
Pode ser que consiga arranjar um destes:
Sei que era a loucura!!!

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Jantar de gajos

Ou seja, sábado à noite sozinha em casa a fazer programinhas só meus!
De vez em quando sabe bem.
Fiz um bolo que tem um aspecto óptimo, para o esposo! Ele diz que está delicioso.
E eu estou a fazer um esforço enorme para me controlar e não saltar para cima dele em força.
Estas questões tiram-me do sério mas eu sou mais forte. Ouviste bolinho???

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Fim-de-semana com visitas

Gosto de ter visitas. Sinto-me sempre empolgada e é nestas alturas que tento algumas aventuras culinárias porque não gosto de repetir o que já comeram da vez anterior. Isso obriga-me a procurar receitas novas, fazer a lista dos ingredientes, ir às compras e escolher o melhor. Tento planear tudo ao máximo pormenor (tenho umas tendências obsessivas muitooo acentuadas; nada pode sair do que eu planeei senão fico na maior tristeza. Faz parte da minha personalidade, que hei-de eu fazer?)
Por outro lado, gosto que fiquem bem instalados e tento proporcionar o maior conforto possível. Por isso é ver-me numa lufa-lufa, feita tola mesmo, para quando chegarem estar tudo impecável.
No final das coisas, ponho-me a pensar: não devia ser mais descontraída?

Ouvi bem, sexta-feira?

 
Até vou com mais vontade.
Bom dia de trabalho!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

As minhas plantas

Pois é: devem ser tratadas com carinho, devemos falar com elas, devemos tocar-lhes e acariciá-las!
Está na altura de as aprontar para a Primavera. Cheira-me que, talvez, este fim-de-semana.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Que pessoas...

A sério... fico DOIDA quando tenho a sensação que estão a gozar comigo.
Eu estou lá, faço o meu melhor, quero sair sempre com a minha consciência tranquila.
Tento ser perspicaz, antecipar qualquer situação e trato logo de resolver.
Pagam-me para trabalhar. Ouviram, minha gente? Não para ficar encostada.
Até aqui tudo mais ou menos bem. O que está mesmo mal, é que para além de não fazerem o que lhes compete, ainda me tratam como se me estivessem a fazer um favor a mim. Mais uma vez, prometi a mim mesma hoje, que trabalho só mesmo o meu, não o dos outros. Obrigada!!!

Apanhei um susto

Raul Meireles, querido, que fizeste tu???

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Tudo a correr bem

Quando não estamos à espera das coisas, sabe tudo muito melhor.
A semana está a começar bem, assim continue e chegamos a sexta-feira com a disposição em alta.
E bem preciso... Tenho de tratar esta saúde mental e sentimentos negativos não ajudam em nada.

E vontade para saltar da cama?


Boa semana...

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Compras

Finalmente consegui encontrar umas calcinhas à minha medida.
Esta maratona já se prolongava há uns tempos mas está resolvido (por agora).
Eu acho que não sou muito esquisita. Fico contente com qualquer trapinho que me deêm. Gosto mesmo. Não faço frete. Quando sou eu a ir às compras as coisas mudam de figura. Acho que crio expectativas tão altas que depois sai tudo frustrado. Ele é as cores, ele é os tecidos, ele é os cortes. Não gosto de nada.

Sonhos

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. E o que nos satisfazia noutros tempos, não é o que nos satisfaz actualmente.
Ainda bem que os sonhos evoluem, que as nossas necessidades se transformam e que os gostos também são diferentes. Apesar de tudo, a capacidade de sonhar leva-nos a outro nível, se bem que muitas vezes temos de sofrer. E isso dói...