quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Oh, por favor

Eu sei que o sol veio animar as hostes
Eu sei que, de facto, o tempo aqueceu
Eu sei que o pessoal anda todo farto do Inverno e do frio
Eu sei que as pessoas andam como querem e bem lhes apetece
Eu sei, eu sei, eu sei...
Mas parece-me um pouco exagerado que num dia como o de hoje, já tenha visto pessoas de sandálias.


PS- Talvez me meta tanta confusão porque num dia como o de hoje, os meus pés estiveram gelados todo o dia e com umas meias quentinhas calçadas. Deve ser disso, só pode...

Tá a levantar o astral

Bom Dia Alegria
 

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Sexta-feira é que vai ser

 
Tenho até sexta-feira para me sentir linda, magnífica, esplendorosa...
Será que consigo?
Gostava de fazer uma surpresa nunca sonhada pelo esposo mas a minha imaginação anda tão pouco fértil. De qualquer das maneiras, há coisas que não posso descurar.
Sei que vou recebê-lo de braços bem abertos.
Até lá continuamos à espera que o tempo voe.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Demos graças pelas lentes de contacto

É que não tenho pachorra nenhuma para andar sempre a limpar os óculos. De vez em quando, apaga-se tudo. Tiro os óculos, olho para as lentes e vejo a mais pura da porcaria. Outras vezes é o esposo: "consegues ver alguma coisa?". E tenho de dar a mão à palmatória, é uma badalhoquice pegada. Quando ele está por perto, sobra para ele. Quando a escuridão é tal, que não dá até ele chegar, ponho as mãos ao trabalho. A limpeza dura 5 minutos e tudo volta ao início. É que não há paciência.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Hoje acordei assim...

 
melada que nem...
 
 
Acho que o esposo estranhou tanto mel.
Roubei muitos beijos ao longo do dia.
Fiz carinhos e disse-lhe palavras doces.
Há dias assim... e sabe bem.


Chuva, frio e vento

 
numa tarde de domingo passada em casa!

sábado, 26 de janeiro de 2013

Dúvida!!!

Já há uns tempos que me iniciei nestas coisas de depilações definitivas. Como achava que as zonas mais necessitadas eram as axilas e virilhas foi por aí que comecei. Senti logo muita diferença após a primeira sessão.
Para quem, como eu, tem uma pele branca (extremamente branca), um pêlo preto, grosso, comprido que cresce à velocidade da luz, sente-se logo uma princesa quando consegue ver pele limpa de pêlos durante muito mais tempo. Sei que a coisa AINDA não está a 100% mas estou definitivamente rendida.
Gostava agora de avançar para a outra zona crítica: as pernas. Gostava tanto, tanto. Geralmente os resultados são bons e mais rápidos. Mas aqui é que a minha consciência começa a pesar. Como é que eu posso investir em coisas tão caras e, apesar de tudo, supérfluas se há coisas que podem ser mais necessárias???
Não sei que faça.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013




Ó pá!!! Mas será possível que o meu esposo atraia todas as maleitas? Não sei que mais lhe faça.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Hoje estive à conversa, cerca de cinco minutos não mais, com uma pessoa. Conversa banal, de circunstância, nada de especial. Não temos confiança, a nossa conversa foi exclusivamente por questões profissionais. Quando se despediu disse-me "obrigado por estes instantes de conversa". Fez questão de me beijar. E deixou-me a pensar...
 
 

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

A minha cabeça não pára

 
Dava tudo para, por vezes, apagar os meus pensamentos.
Está um frio tão grande lá fora que ainda sabe melhor o calor aconchegante que por aqui sentimos.
É nestes dias, que dava tudo para ter um trabalho que me permitisse ter o meu horário e poder gozar em pleno a minha casa.
Quem me dera ainda andar na escola e ter tido a sorte dela ter fechado hoje por causa da neve...
 

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

2 chamadas inesperadas mas muito benvindas

Pois é... quanto menos se espera, mais nos surpreendem!
 
 
 
Ligaram-me do centro de estética onde habitualmente vou. Queriam convidar-me para um tratamento de beleza gratuito. Achei bem, claro. Eu sei que isto é tudo uma questão de marketing, não sou assim tão inocente. Que o objectivo é ir, gozar, gostar e comprar (óbvio). Mas fiquei admirada. Pronto!!! É que eu não sou assim uma cliente de ir lá todas as semanas, não gasto muito dinheiro do meu ordenado neste tipo de coisas. Gostei que se tivessem lembrado de mim. Sabe bem!
 
Ligou-me uma colega do antigo serviço. Já deixei as minhas funções por lá, vai fazer dois anos. Sendo a colega que foi, fiquei admirada. Parece que grandes revoluções houve por lá, que as pessoas raramente se encontram, que andam feitas andorinhas tontas e que sentem que as verdadeiras relações se andam a perder. Por esse motivo, resolveram fazer um jantar de AMIGOS. E achavam que eu fazia falta e que também era importante eu ir. Nada de chefes, de superiores hierárquicos... só amigos! Mais uma vez gostei. Senti que apesar de tudo deixei marcas, que apesar de algum tempo ter passado as pessoas não se esqueceram de mim e que ainda gostam da minha companhia.
 
Óptimo início de semana!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Hoje foi dia de

receber mimos na casa dos pais. E que bem que soube! Toda a tarde alapada no sofá, no quentinho da sala, na melhor companhia de todas.

sábado, 19 de janeiro de 2013

Um mimo


Programa de sábado à noite.

O tal

Ando empenhada na decoração inacabada da minha casa. Acho que já é tempo a mais, para deixar as coisas para depois. Já parece mal, já cheira mal. Os primeiros fins-de-semana do ano foram dedicados à procura dos pequenos pormenores que eu acho que faltam. Hoje andámos atrás de uns candeeiros que são essenciais para a decoração de qualquer hall. Já tínhamos visto alguns mas nada como ampliar o leque de escolha. Ainda não comprámos mas acho que já está escolhido.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Das coisas boas do alerta vermelho

Ouvir a chuva lá fora;
Ouvir o vento a soprar;
Estar abraçada ao esposo;
E fingir que nada se passa lá fora.






Adoro dormir agarradinha a ele e, juro, pareço uma lapa: não desgrudo!!!
Fico doida de ver a falta de brio profissional dos colegas que me rodeiam.
Já trabalhei em alguns serviços, e nunca encontrei nada como no serviço onde me encontro agora.
O que me custa mais a encaixar, é perceber como eles conseguem chegar à cama e dormir.
Será que têm consciência?
 
 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Procuro e não encontro

Quero comprar calças. Preciso, urgentemente, de comprar calças. Entro em várias lojas e não vejo nada do que idealizei. Eu quero umas (várias) calças com cor da moda (esverdeados, azulados, avermelhados), que sejam skinny (mesmo skinny), de preferência de um bom tecido, quentes q.b. e a bom preço!
Acho que não é um pedido muito extravagante. O problema é que não gosto de nada que vejo.
Está um frio tão grande lá fora...

 
Por aqui, saiu-se cedo.
Tomou-se um banho quentinho.
Acendeu-se a lareira.
E aproveita-se este calorzinho tão bom.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Não sou mais que os outros. Não sou isenta de defeitos.
Oh pá... mas fico com os nerves!
Custa-me levar com pessoas que pensam que controlam tudo, que só elas é que sabem resolver as coisas, que só o que elas fazem é que é bem feito, que pensam que não metem a pata na poça, que mentem para ficarem sempre bem vistas, que arranjam cada embrulhada só para prejudicar os outros, que andam com contos e ditos, que se vangloriam do que fazem e do que não fazem, que pensam que tudo é delas, que usam e abusam e pensam que têm legitimidade para reclamar de tudo e mais alguma coisa.
Pronto! Deixa-me com os nerves.
 

JUROooooo

Ia ser tão feliz aqui...
 


terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Evolução do meu peso desde o dia 10-01-2012

 
Estou muito orgulhosa de mim!
 
Quando dou por mim, os pensamentos vão tão longe...
Gostava de assentar, gostava de controlar a mente, gostava de não pensar.
Precisava de programas diferentes. Alguma sugestão?
Bem... se ontem tinha uma dor de cabeça dos diabos, hoje estou abananada de tal jeito que me sinto meio drogada. Quem explica?

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Estou com uma dor de cabeça de cair para o lado. É o primeiro sintoma de menos horas de sono na noite passada. Vou já ali falar com a minha almofada... Há dias em que sou muito feliz com ela.

domingo, 13 de janeiro de 2013

Já não aguento de tanto rir...
Este "Vale Tudo" já me conquistou!
Mas quem é que se lembra de um cenário num plano tão inclinado?

É isto

Hoje foi dia de bricolage, limpezas e beleza.
Finalmente, consegui convencer o esposo cá de casa, a colocar as cortinas na cozinha. Também mudámos a disposição dos móveis e amei... Claro, que mudanças implicam limpezas mas tem de ser. Este ano, quero deixar a minha casa do jeitinho que eu gosto e quero. Há determinados pormenores que já me andam a dar a volta à cabeça de tão adiados que são. Por isso, vamos no bom caminho.
Depois disto tudo, ainda houve tempo para o banho esfoliante semanal, tratar do cabelo com a minha magnífica placa e tratar das unhas (limar, tratar das cutículas e pintar... ficaram lindas!).
A modos que podemos dizer que foi um dia muito proveitoso.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Oh pá!!! Que fofusura


O mel e eu

Adoro mel.
É o meu adoçante de eleição.
Já andava em pânico porque o stock estava a baixar rapidamente.
Ainda ontem andei à procura no super de qualidades e preços. Fiquei assustada! Achei caro... Nunca tive necessidade de comprar.
Não é que hoje, tocaram-me à porta e deixaram um pote enorme... Caseirinho como eu gosto. Amei!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Cheira-me que amanhã à noite
 
 
vamos gelar!
Mas o esposo propôs, e eu até acho uma ideia interessante.
O que nós temos de fazer é procurar coisas novas, diferentes e interessantes. E como noite de sábado implica coisas fora da rotina, porque não?
 

É sexta-feira!


Dizem que a temperatura vai descer.
Dizem que é preciso vestir roupas quentes.
Mas eu não me importo.
É sexta-feira e a contagem decrescente para o meu fim-de-semana está aí.
48h sem correria de espécie alguma.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Voltei a dormir mal na noite passada.
A nossa mente tem poderes que me tiram do sério.
Quando passará isto?

domingo, 6 de janeiro de 2013

Amigos

Nunca fui de ter muitos amigos. Para mim, basta ter um bom. Que seja, de facto, AMIGO.
Mas, ultimamente, ando um bocado estranha.
É natural, que com o avançar da idade, da vida, das responsabilidades, as coisas se tornem diferentes.
Os amigos que tenho (temos) são amigos, é verdade, mas acho que nesta altura da minha vida precisava de outro tipo de amizades.
Gostava de estar à vontade para poder partilhar todos os momentos da minha vida.
Gostava de chamar para minha casa, pessoas que não estivessem sempre a reparar no que tenho ou não tenho (mas quem é amigo não repara, dizem vocês. Certo! Mas, por isso mesmo é que eu acho que os amigos que eu tenho não são os que eu preciso agora).
Gostava de não ter de marcar hora e local e, simplesmente, aparecer ou aparecerem-me, sem estar preocupada se está tudo arranjado ou se a minha pessoa está arranjada.
Gostava de organizar almoços, lanches, jantares para podermos passar, sem nenhuma razão, tempo juntos.
Gostava tanto...
Eu sei que a culpa não é dos outros. Eu sei que quase de certeza eu tenho uma grande parte de culpa nisto. Eu sei... Mas pronto, acredito que entretanto as coisas se possam tornar diferentes e eu possa gozar destas coisas simples da vida.
 
 
Não foi preciso chegar ao fim do fim-de-semana para os planos serem quebrados.
Pois que a intenção era passar um fim-de-semana caseiro, pois que a vontade era ficar em casa à frente da lareira, mas... com este sol maravilhoso que tem estado, com a vontade de ter coisas diferentes no frigorifico e com o convite de F. para um café noturno em qualquer bar da cidade, não nos aguentámos!
Não só saímos durante a tarde para aproveitar o centro da cidade (parece muito mal dizer isto mas posso garantir que há meses que não me passeava por tais bandas), ver as novidades (lojas que abriram não recentemente e que eu ainda não tinha espreitado), tirar ideias para pequenas coisas que quero alterar este ano aqui por casa, como também saímos à noite para matar saudades da vadiagem pelos lados da Sé.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Promessa 2013 (#2)

Perder três quilos.

No ano de 2012 foram doze. Por isso, acho que pedir mais três este ano não será uma meta difícil de atingir.
Com persistência, dedicação e força de vontade hei-de lá chegar.
E não por questões estéticas... Simplesmente porque quero estar impecável quando valores mais altos se levantarem!
 
 
Se os planos não se estragarem, este fim-de-semana vai ser passado no aconchego do lar, de lareira acesa, a tratar da casa e de mim, a namorar e a aproveitar o esposo...
I like it!!!

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Promessa 2013 (#1)

Não almoçar/jantar fora!
No ano passado já reduzimos muito este nosso hábito. Ou melhor, não era hábito, era mesmo preguiça. Mas este ano, a coisa ainda vai correr melhor. Estou mentalizada que fora de casa, as refeições estão fora de questão (claro que o almoço diário no trabalho não conta. Como o meu horário de trabalho é contínuo, não tenho outra solução).
É só vantagens: poupa-se alguns €€€€€, come-se muito melhor, sabemos o que comemos.
Isto para não falar que como cozinhar não é uma seca para mim, corro o risco de os meus dotes ficarem mais apurados.
Estou certa: vou conseguir cumprir!!!

Hora de cruzar os dedos

e desejar que tudo corra bem!
Estou com o meu pensamento em ti!

Hoje o dia é importante


pode ser que muitas nuvens desapareçam.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Ano novo, Vida nova?

Os primeiros dias de um ano novo trazem-nos a sensação que nada nos consegue derrubar.
Sentimos as forças retemperadas e somos capazes de grande planos.
Estou com uma grande vontade que este ano seja tudo, realmente, muito diferente. E estou com uma grande esperança dentro de mim! Tenho é medo que estas boas energias me tragam grandes dissabores. Já tenho as coisas como garantidas e, de facto, não há garantia de nada.
Vou esperar... espero não ter de esperar muito mas estou confiante!

Bom dia!


terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Finalmente

Estas festas todas que temos de comemorar sem ter vontadinha nenhuma já se foram e agora tudo volta ao normal.
Não pedi desejos, não fiz listas de planos. Mas tenho algumas coisas em mente.
Estou para ver o que o ano de 2013 me reserva.