terça-feira, 30 de setembro de 2014

Descoberta sem querer

Só há pouco tempo, olhei com olhos de ver para a bijutaria da "Sfera". Nada como ver nos outros, gostar, perguntar onde compraram... Depois nada como receber um miminho desses e ir investigar. E tenho a dizer que estou apaixonada. 
Já há algum tempo atrás, descobri roupas giríssimas, sem querer, desta mesma marca. Cheira-me que vai passar uma das lojas das minhas rotinas habituais...

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

RAIOS!!!

A semana passada recebi um convite que me deixou abananada.
É um convite que, geralmente, deixa qualquer um envaidecido mas que em mim criou um misto de emoções. Fiquei orgulhosa, a minha auto-estima ficou em alta (afinal sou tida em muito boa conta por alguém) e sei reconhecer que é um gesto de muita confiança que me foi dado. 
No entanto, não tenho vontade de aceitar o convite.Em primeiro porque não sei se estou à altura dessa missão. Depois porque isso vai implicar uma maior disponibilidade de mim, coisa que não sei se consigo arranjar ou se quero arranjar. Depois porque isso vai fazer com que exijam de mim coisas com as quais me vou roer por dentro e não vou conseguir dizer que não, mesmo que não concorde. Depois porque isso me vai obrigar a dar a conhecer coisas da minha/nossa vida que não estou muito disposta. Depois porque neste momento da minha vida há coisas que não fazem sentido. Depois porque não sei se quero essa responsabilidade...
Mas a questão toda da coisa é que não posso dizer que não. RAIOS!!!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

E pronto. Já só existe um fim-de-semana a separar-me do regresso ao trabalho.
Foi uma semaninha de férias muito produtiva.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Só me dá vontade de rir

Eu não percebo muito destas tecnologias de hoje em dia. Ter um expert em casa também não ajuda muito porque qualquer dúvida que surja facilmente é resolvida. Não me obriga a investigar muito, digamos assim.
Mas farto-me de rir, quando alguém que eu vejo que não percebe nada e, no entanto, se farta de gabar a si próprio, é apanhado na coisa mais básica. Ahahahahahahh!!!
...all around!

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Do dia de hoje...

Hoje foi um dia cansativo. Não posso dizer que o trabalho tivesse sido exagerado. A cadência é que foi sempre a mesma e não houve tempos mortos que permitissem recuperar forças.
A pausa da manhã foi mínima. O almoço também foi em tempo reduzido, se bem que o café que o seguiu, apesar de rápido, foi em boa companhia.
Depois de sair também andei às pressas para resolver muitas pequenas coisas em pouco tempo.
Orientar as vidas de casa e do dia de amanhã e cá estou eu, instalada no sofá, com poucas forças para grande actividade. Cheira-me que a cama já está a chamar por mim e não tarda nada vou fazer-lhe a vontade.

Private post

Todas as horas do meu dia!

sábado, 6 de setembro de 2014

Oh pá!!! Mas já chegou o Outono e eu nem dei pelo Verão passar?


Por aqui acordámos com um dia muito xoxo.
Chuva, chuvisco, chuvada...
Manteve-se assim até agora.
Só apetece estar em casa, instalada no sofá. (Só não digo embrulhada na mantinha porque também é um exagero).

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Huummm!

Eu até sou uma pessoa dada às aventuras da culinária. E não é para me gabar, até acho que me saio bem. Mas o cheirinho que há pouco chegava de uma qualquer casa vizinha até ao meu terraço, fez-me crescer água na boca. Cheirava bem e alguém deve estar a deliciar-se com um bolinho acabado de fazer. Que inveja!!!

Ou se ama ou se odeia!

... e eu passei do ódio ao amor.
Estou apaixonada pelo vermelho.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Aguarda-se

A senhora que trata das minhas unhas é uma querida. Apesar da agenda super preenchida, tenta sempre arranjar um espacinho para tratar de qualquer precalço que surja. Aguardo, ansiosamente, um telefonema de volta, para ficar com umas unhas renovadas.

Bom dia, alegria!


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Fónixxxxxxxxxxxxx

Detesto quando as pessoas prometem uma, duas, três vezes. 
Detesto quando as pessoas mentem com todos os dentes.
Detesto que as pessoas me tentem enrolar descaradamente.
Detesto que as pessoas estabeleçam prazos e não cumpram nem umzinho.
Detesto que as pessoas façam uma carinha de inocentes quando deviam ser fulminados de tão aldrabões que são.
Detesto que as pessoas se façam de vítimas quando de vítimas não têm nada.

Posto isto, tenho a informar que se amanhã derem conta de algum tremor de terra, é esta aqui que resolveu entrar em erupção.

Chegou o meu mês preferido

Bem-vindo Setembro!